A Tertúlia tem como objectivo principal:

a) promover acções de carácter humanitário, de ajuda a Radioamadores que dela necessitem e de colaboração na prevenção e combate a sinistros;

b) promover a aproximação entre Radioamadores dos diversos quadrantes.

(Artº Quarto dos Estatutos)


.

.

Software ICNIRPCalc

Para quem se interessa por esta temática, informamos que se encontra disponível para descarga, no site da IARU, em http://iaru-r1.org/index.php%20option=com_remository&Itemid=173&func=startdown&id=410 o software "ICNIRPCalc" da autoria do nosso colega Thilo Kootz (DL9KCE).
Este software permite calcular distâncias de segurança
aplicadas às antenas de radioamador, tendo em conta os limites impostos pelo ICNIRP relativo à exposição às radiações eletromagnéticas, nas faixas entre 1 e 30 MHz e entre 300 e 2000 MHz.
Desde que o mundo existe, que todos os seres à face da terra estão sujeitos às radiações não ionizantes provenientes da luz solar, das tempestades eléctricas, dos fenómenos atmosféricos, etc., que são fenómenos naturais. Essencialmente, a partir do advento das radiocomunicações no século XIX com MARCONI, e especialmente após a 2ª Guerra Mundial, os sistemas de radiocomunicação proliferaram. À nossa volta existem os radares civis e militares, que são uma presença constante nas maiores cidades (ex: Lisboa), as rádios locais (frequentemente com emissores de milhares de Watts de potência), os rádio amadores, os sistemas de comunicação privadas (ex: trunking e radiomóvel), e muitos mais. Não é um fenómeno que ocorra apenas há 10 ou 15 anos!
Mesmo nos dias de hoje, as antenas telefónicas contribuem muito pouco para a exposição total a que estamos sujeitos, porque a intensidade das emissões a nível do solo é da mesma ordem de grandeza das estações de rádio e TV e, frequentemente, mesmo muito inferior.
De acordo com a recomendação 1999/519/EC, a União Europeia estabeleceu limites para o nível de radiação com um factor de segurança de 50 entre o valor crítico para efeitos maléficos e a restrição base.
(in TELEMÓVEIS E ANTENAS)
mais...
Orientações ICNIRP, (tradução automática)

Sem comentários: