A Tertúlia tem como objectivo principal:

a) promover acções de carácter humanitário, de ajuda a Radioamadores que dela necessitem e de colaboração na prevenção e combate a sinistros;

b) promover a aproximação entre Radioamadores dos diversos quadrantes.

(Artº Quarto dos Estatutos)


.

.

Sardinhada da Tertúlia... é na TOCHA!

Palavras para quê?!?


A Sardinhada da Tertúlia-2015, mais uma vez no Clube de Caçadores da TOCHA, foi mais uma excelente jornada de convívio (começa a não haver lugares vagos!)
Até para o ano!

Nota: as fotos, assim que reunidas, vão ser enviadas, em conjunto, a cada um dos presentes.
Sardinhada da Tertúlia
Concentração a partir das 11:00 h
Acender das brasas: 12:00 h
*hora local
Coordenadas 40.328495 -8,781990
Frequências QRV: 145,550MHz e 70,175MHz

Relatório de Regulação e Supervisão da ANACOM-2014

(clique na imagem para ler o Relatório)
Foi publicado no final da semana passada, pela Anacom, o Relatório de Regulação, Supervisão e Outras Atividades'14, relativo ao ano findo.
O referido relatório menciona, nalguns pontos, os radioamadores cuja atividade é regulada e supervisionada por aquela entidade.
Destacamos a referência, a pags 134: "a preparação da adequação do quadro regulamentar em vigor aplicável aos serviços de amador e de amador por satélite;" bem como "...foram recebidas 1509 solicitações, das quais 99% foram tratadas e concluídas."
A pags 168 surge um quadro sobre a atividade de monitorização e controlo do espetro são referidas "398 ações de fiscalização direta sobre estações e redes de radiocomunicações" entre as quais se contam estações de amador.
É sabido que, últimamente, tem aumentado as ações de monitorização, também, das bandas de amador devido a perturbações e interferências na sua utilização.
Alertamos que têm estado a ser instalados, por todo o país, estações remotas de escuta, incluindo VHF e UHF, que permitem, em poucos segundos detetar e localizar o emissor. Também, os novos estatutos da Anacom permitem a divulgação do nome dos prevaricadores pelo que se aconselha os utilizadores mais "agitados" a usarem de maior ponderação nas reações. Nada justifica uma coima de 3.000 a 4.000 euros... 

Comunicações em ELF 82 Hz

Não, não esqueci nada ao escrever "82 Hz"... é mesmo isso: comprimento de onda de 3658536.5 Metros! É uma banda utilizada pelo sistema de comunicações dos submarinos.
Se lhe interessa (?!?) leia esta excelente artigo, de Trond Jacobsen em http://www.vlf.it/zevs/zevs.htm, sobre o ZEVS, o sistema de transmissões em 82 Hz-ELF da marinha russa.
ZEVS é uma instalação da Marinha russa para transmitir mensagens para submarinos submersos em águas profundas usando ondas ELF. O transmissor está localizado perto de Murmansk na península de Kola . Como ZEVS funciona em 82 Hertz, que pode ser usado apenas para transmissões muito rudimentares e devido à sua baixa frequência as técnicas utilizadas por ZEVS são bastante diferentes da dos transmissores padrão.
A antena utilizada por ZEVS é um "dipolo enterrado". Isto é simplesmente uma disposição de dois eléctrodos largamente separadas, através do qual a corrente de transmissão é colocada no chão.
Como ZEVS é um local de grande importância estratégica, quase nenhuma informação oficial da instalação estão disponíveis. Quase todas as informações a seguir foram obtidas com imagens de satélite, o que pode ser visto no Wikimap.
A potência de transmissão, do transmissor ZEVS, pode ser entre 10 MW e 14 MW, tornando-o o transmissor mais poderoso da Europa.
Os eletrodos são fios, correndo em direção Leste-Oeste, que são colocados logo abaixo da superfície. A linha de alimentação de outro eléctrodo bipolar solo se transforma a partir das estações em direção sudoeste e correndo para o norte. 

Devido à dificuldade técnica de construção de um transmissor ELF, os EUA, a Rússia e a Índia são os únicos países (que se saiba...)  terem construído sistemas de comunicação ELF. 
Até ao seu desmantelamento, no final de setembro de 2004, a marinha americana, tinha um sistema semelhante, chamado Projecto ELF (76 Hz), que consistia em duas antenas, localizadas em Clam Lake , Wisconsin.


Se quer saber mais, procure na Web, por Zevs ou Project ELF / Sanguine.
Se tem dificuldade no inglês pode sempre usar um tradutor automático, p.ex. do Google. Vale a pena!

Sardinhada da Tertúlia 2015

Vai acontecer no próximo dia 26 de Julho, domingo, a tradicional Sardinhada da Tertúlia aberta, como sempre, a todos os radioamadores (e seus familiares) que nos queiram dar o prazer da sua companhia.
A concentração far-se-á a partir das 11:00 horas no campo de tiro do Clube de Caçadores da Tocha,.
Estaremos QRV em 145.550MHz e em 70.175MHz.
Traga boa disposição, alguns trocados e vontade de conviver. 
Até lá!
Diga-nos quantos são, até ao dia 23, pelo telef. 963708016 (Machado)

Descodificadores de comunicações digitais

Agora já não precisa de comprar equipamentos (caríssimos!) para escutar o D-Star, o C4FM da Yaesu, o PMR e outros. 
Há algum tempo que a AOR vem desenvolvendo equipamentos que, com uma simples ligação a terminais analógicos (os nossos rádios) pode escutar determinados tipos de comunicações digitais sem o recurso à compra de equipamentos específicos de cada marca, um por sistema. Página da AOR http://www.aorusa.com/others/ard300.html 
Claro que alguns colegas vão já dizer que isto é mais uma chinezice (mentira, é fabricado no Japão!) que nunca houve códigos e outros argumentos falseados que vão sendo lançados quando se toca no negócio de alguns... 
Mas não, o produto existe, com garantia de marca e está à venda na Europa comunitária (sem pagamento de direitos alfandegários) p. ex: Polónia (não promovemos comerciantes, com uma simples busca na Internet pode encontrar locais de venda)

Há cada vez menos sinais a receber com um receptor analógico convencional. As modernas transmissões digitais têm tomado e estão surgindo como uma alternativa para analógico. Ouvintes mais entusiastas já perceberam há algum tempo. O problema é, certamente, muito sensível e até agora não houve soluções comerciais adequadas. AOR está oferecendo agora o descodificador de voz multi-digital de ARD-300 que se liga ao receptor analógico , designado ARD-300 que permite descodificar comunicações digitais formato ICOM DSTAR GMSK AmBe, GMSK AMBE ALINCO, YAESU C4FM, DCR, DPMR, NXDN, APCO-25 (fase 1, a forma convencional). Em suma, todos os formatos digitais de amador, profissional militar e atualmente em uso. O grande display LCD oito caracteres em duas linhas e as teclas de seleção no painel permitir a configuração rápida e fácil de todos os modos. É claro que é compatível com todos os receptores AOR, mas pode ser ligado a qualquer receptor fornecida com a saída de IF de 10,7 MHz ou 45,05 MHz. Ele funciona com 12 volts fornecida por um adaptador especial. Ele tem alto-falante embutido de alta potência, 700 mW  8 Ω, quando conectado à saída de áudio do receptor permite fácil audição de ambos analógico e digital. O complemento ideal para 'rejuvenescer' nossos rádios analógicos. (tradução automática)