A Tertúlia tem como objectivo principal:

a) promover acções de carácter humanitário, de ajuda a Radioamadores que dela necessitem e de colaboração na prevenção e combate a sinistros;

b) promover a aproximação entre Radioamadores dos diversos quadrantes.

(Artº Quarto dos Estatutos)


.

.

As Associações de Radioamadores na EMERGÊNCIA

Entrou em vigor no passado dia 12 de Dezembro de 2013 a Resolução do Conselho de Ministros nº 87/2013 que aprova o Plano Nacional de Emergência de Proteção Civil.
(clique na imagem para links)




Dado que as Associações de Radioamadores integram o referido Plano Nacional, a par da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Bombeiros, SIRESP, Forças de Segurança, Militares e outros, na área de Comunicações, sob a coordenação da ANACOM, deixamos aqui os links do plano para conhecimento.
O PNEPC vem, agora, definir claramente as atribuições de cada uma das entidades, em caso de emergência, de acordo com as suas competências
http://planos.prociv.pt/Documents/130313331520274941.pdf 
(em 10. Protocolos)

Realçamos, igualmente, o reconhecimento por parte do Estado e da ANACOM-Autoridade Nacional de Comunicações, das competências dos Radioamadores que, integrados nas suas Associações de norte a sul do país, poderão prestar um serviço imprescindível em caso de falência das estruturas de comunicações e, por consequência, dos meios de comunicação, em situação de emergência.

Refere o PNEPC que, compete aos Radioamadores estabelecer "...redes rádio (HF, VHF e UHF) autónomas e independentes, que se constituirão como redes redundantes e/ou alternativas aos sistemas de comunicações da ANPC.".

É imperioso que as Associações de Radioamadores, articuladas entre si, saibam estar preparadas para ajudar a comunidade como, já por tantas vezes, souberam fazer.

2 comentários:

zéHelmer disse...

Na sequência do X Colóquio da ARR em Almeirim, passei por aqui e gostei do que vi.

Parabéns!

José Silva / CT1AXG

CT1BAT disse...

Obrigado José!
Um abraço e vá aparecendo.